images/stories/slides/02  k5_k4 -2 kivi.jpg
images/stories/slides/cd car reviso gratuita 2014.jpg
images/stories/slides/untitled-1.jpg
images/stories/slides/zcd_car_slider_01.jpg

Cilindro de Gnv

Afinal, quanto gás realmente cabe no cilindro?



Alguns clientes chamam atenção para o fato que nem sempre, a quantidade de metros cúbicos declarada pela convertedora é a quantidade que se consegue abastecer nos postos, especialmente em dias de calor.

Isto acontece devido às leis físicas da teoria cinética dos gases. Quando você comprime um gás, suas moléculas tendem a se juntar reduzindo a velocidade de movimento entre elas. Esta energia acumulada é transformada em calor. O calor faz com que o gás se expanda fazendo com que caiba menos gás dentro do cilindro. Quanto mais quente estiver o cilindro e consequentemente o gás dentro dele, menos gás irá caber.

Em postos muito movimentados, os compressores funcionam quase que intermitentemente, bombeando gás para os reservatórios. O funcionamento constante dos compressores do posto, eleva muito a temperatura do gás fazendo com que caiba menos no abastecimento. Se além disto, estiver fazendo calor, fatalmente irá caber menos combustível no cilindro.


 

 

Do que o cilindro é feito?

 


Os cilindros antigos, eram feitos em uma liga chamada Médio-Manganês. Eram cilindros muito pesados que quase sempre obrigavam a troca das molas traseiras do carro. Hoje em dia, além de estamos utilizando ligas mais leves, como o Cromo-Molibdênio, muitos cilindros são inclusive construídos utilizando processos de produção mais modernos.

 


Como o cilindro é construído?

 


Como você viu no parágrafo anterior, os processos de produção de alguns tipos de cilindros são diferentes. Assim, onde o cilindro era originalmente construído a partir de um tubo (processo SPUM), onde a máquina estragula suas pontas, temos também cilindros construídos a partir de chapas através de um processo de repuxo, o que representa uma redução de peso de cerca de 25%.

Mas qual a vantagem deste novo processo? E a redução drástica de peso. Um cilindro de 9,5m³, por exemplo, que antigamente pesava mais de 50kg, quando feito pelo processo antigo e com a liga de médio-manganês. Hoje, um cilindro destes pesa apenas 33kg.

 

cilindro-cortado-elcilindro-cortado-l

 

 

MAIS SEGURO, MAIS BARATO, MENOS POLUENTE ...

 

O Gás Natural Veicular vem se expandindo de maneira impressionante no mundo todo.


Dez vantagens que explicam o combustível perfeito.


  1. 1 - Não é tóxico,
  2. 2 - O ponto de flamabilidade é alto (muito difícil de manter chama) e, portanto muito seguro.
  3. 3 - Não possui impurezas de nenhum tipo,
  4. 4 - Não pode ser adulterado,
  5. 5 - Não condensa nem afoga o motor,
  6. 6 - Desaparece imediatamente se vazar,
  7. 7 - No motor produz uma chama limpa, que quando queima, produz muito menos poluentes,
  8. 8 -Por ser um gás, é muito mais facilmente processável pelo motor do que um combustível líquido.
  9. 9 - Custa muito menos que gasolina e o etanol.
  10. 10 - Rende muito mais que qualquer combustível líquido (20% a mais que gasolina, 50% a mais que etanol)
 
Banner_Site-03
Banner_Site-01
Banner_Site-02